sábado, 13 de abril de 2013

CERCO NO VALE DO JAGUARIBE Preso pistoleiro que matou radialista

"Polícia descobriu que a morte de Mafaldo Goes foi ordenada por um bandido da região que está preso na CPPL III
Uma operação conjunta das polícias do Ceará e do Rio Grande do Norte resultou, ontem, na prisão do pistoleiro acusado de ter assassinado o radialista Mafaldo Bezerra Goes, crime ocorrido na manhã do dia 22 de fevereiro último na cidade de Jaguaribe (300Km de Fortaleza). Gleidson José da Silva Lima, 23, foi cercado por volta das 11 horas por policiais do Destacamento da cidade de Alto Santo e da Delegacia Regional de Polícia Civil de Jaguaribe na localidade de Batoque, na zona rural de Alto Santo.
O pistoleiro Gleidson José da Silva Lima é apontado como suspeito de vários crimes de morte na região do Vale do Jaguaribe. Ele teria sido um dos executores do radialista. O crime foi encomendado por um traficante de drogas também já identificado.

Na casa onde o pistoleiro estava escondido há dias, os policiais apreenderam dois revólveres de calibre 38, uma escopeta de calibre 12, além de muita munição e uma moto suspeita de ter sido roubada no Município de Jaguaretama, no Vale do Jaguaribe (239Km da Capital). 

O pistoleiro é suspeito de outros crimes na mesma região. Um deles, ocorrido no dia 6 de novembro do ano passado, em Jaguaribe.


Dois revólveres de calibre 38, uma escopeta calibre 12, além de munição de reserva foram encontrados em poder do bandido. O cerco policial ocorreu na localidade de Batoque, na zona rural do Município de Alto Santo Fotos: divulgação.

A morte do radialista provocou um clima de revolta e clamor na cidade de Jaguaribe. O secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, coronel Francisco José Bezerra Rodrigues, se manifestou publicamente sobre o fato e determinou que investigações fossem iniciadas imediatamente para esclarecer o caso e prender os autores.

Os delegados de Jaguaribe, Vera Lúcia Granja e Edmar Beserra Granja passaram a ouvir familiares do radialista assassinado e descobriram que ele vinha recebendo ameaças por denunciar a ação de bandidos naquela região em seu programa de rádio que era apresentado todos os dias. Mafaldo vinha, ultimamente, se reportando sobre o trabalho da Polícia na prisão de vários bandidos integrantes de uma quadrilha com ramificações em várias cidades do Vale do Jaguaribe, como Jaguaretama e Jaguaribara. Bandidos responsáveis também por assassinatos, roubos e tráfico de entorpecentes.


O delegado regional de Jaguaribe, Edmar Granja, contou com o apoio da equipe policial de Paus dos Ferros, no Rio Grande do Norte, nas apuração do assassinato
Investigação
Para chegar ao criminoso, a Polícia do Ceará contou com a colaboração do delegado Inácio Rodrigues Lima neto, da cidade de Paus dos Ferros, no Rio Grande do Norte, que também vem investigando as ações interestaduais da mesma quadrilha.

As autoridades também descobriram a identidade do mandante do assassinato do radialista. Trata-se de um bandido considerado de altíssima periculosidade que, atualmente, está recolhido na Casa de Privação Provisória da Liberdade III (CPPL III), em Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza.

O nome do criminoso está sendo mantido em sigilo. "Estamos preservando alguns detalhes da investigação para chegarmos a todos os envolvidos no assassinato do radialista e noutros crimes que ocorreram na região", disse à Reportagem a delegada de Polícia de Jaguaribe, Vera Lúcia Granja, por telefone.

Já o delegado regional Edmar Beserra Granja deu detalhes da operação realizada no começo da manhã de ontem, que culminou na prisão do pistoleiro. Conforme Granja, as armas que foram apreendidas com Gleidson José da Silva Lima serão periciadas, pois uma delas, certamente, foi utilizada na morte de Mafaldo Goes. ´Elas serão enviadas à Perícia Forense".

O delegado informou, ainda, que os demais implicados no caso, mesmo aqueles que estejam no presídio, serão também indiciados no inquérito policial. O chefe do bando teria ordenado o crime por meio de uma conversa via celular com o pistoleiro.

Mafaldo Goes foi morto quando fazia, a pé, o trajeto entre sua residência e a sede da rádio FM Jaguaribe. Foi atingido por vários tiros de revólver e de pistola.

PROTAGONISTA
Locutor relatava crimes em um programa policial
Mafaldo Bezerra Goes era um radialista atuante no Vale do Jaguaribe. Apresentava um programa policial diário em que relatava prisões de bandidos e os crimes registrados nos Municípios do Vale do Jaguaribe. Na manhã do dia 22 de fevereiro último, ele saiu de casa e caminhava em direção à sede da Rádio FM Rio Jaguaribe. No trajeto, foi atacado por dois homens que estavam em uma moto de cor preta. A vítima recebeu vários tiros de revólver e pistola, e morreu no local. O caso foi denunciado à Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji)."


(Diário do Nordeste)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de comentários

O Portal do Guaracy não se responsabiliza pelos comentários de seus internautas, que podem ser feitos livremente, desde que respeitando-se as leis Brasileiras, as pessoas e assuntos abordados aqui.

Salientamos, que as opiniões expostas neste espaço, não necessariamente condizem com a opinião do nosso site.

Atenciosamente:
Equipe Portal do Guaracy